Tutorial “Xadrez para imprimir”

Sempre fui apaixonada por xadrez, o que não me qualifica (nem jamais qualificou) como jogadora. Aliás, sendo bem honesta, esse ano foi que realmente comecei a estudar, graças ao incentivo de alguns amigos entusiastas.

Não obstante a minha paixão, passei um longo lapso temporal afastada do jogo, por diversos motivos que nem cabe enumerar aqui. E esse distanciamento acabou me trazendo algumas dolorosas consequências, dentre elas, ter me desfeito de um conjunto lindo de madeira, o único que eu tinha. Só percebi o dano quando precisei fazer os exercícios do Xadrez Básico (D’Agostini). Então, só me restaram duas opções: parar e esperar algum tempo disponível para providenciar um tabuleiro novo ou improvisar.

Assim, lembrei-me da famosa comparação de Ferdinand de Saussure, renomado linguista, onde afirmava que na língua, assim como no xadrez, o real valor consiste nas regras e não nas peças. Eureka! Então, pesquisei algumas soluções na web e encontrei várias para o caso, desde peças customizadas com tampinhas de garrafa pet (http://bit.ly/2gQF6UX) até alguns templates de peças e tabuleiros para imprimir. Eu escolhi as peças em pé e o tabuleiro desse site: http://bit.ly/2gQELl4 , mas encontrei posteriormente as mesmas peças com uma resolução melhor aqui: http://bit.ly/2gQFnr5 .

O processo é muito simples, basta imprimir, recortar e colar conforme as instruções. Dá pra usar a própria impressora jato de tinta. Contudo, achei melhor imprimir numa gráfica rápida pra garantir a qualidade. Escolhi um papel couchê fosco 250g (que é uma gramatura mais grossa) tanto para as peças quanto para o tabuleiro. Entretanto, imprimi o tabuleiro em uma folha de  tamanho A3 e as peças numa folha A4.

papel holler.jpg

tabuleiro_1.jpg

Depois de impresso, cortei tudo com o auxílio de um estilete e uma régua (só tome cuidado de proteger a superfície onde você for cortar. Eu usei uma base de recorte, própria pra isso, mas dá pra improvisar forrando a mesa com papelão ou até mesmo uma toalha. Em seguida, colei o tabuleiro em uma folha de papel holler (nome técnico do papelão), só pra dar mais firmeza. As peças colei de acordo com as orientações. É muito simples de fazer, é até um meio de chamar a criançada pra ajudar e se divertir junto!

tabuleiro_2.jpg

tabuleiro_cima

Particularmente, gostei muito do resultado. Acho que ficou bem “jogável”. É uma alternativa muito barata, lúdica e funcional. Também acabei por descobrir relógios caseiros (http://bit.ly/2gQFfYv), que também pretendo tentar em breve. Bom, agora não tem mais desculpa pra não jogar, não é mesmo? Welcome to Gambiarra e que comecem os jogos!

Katiusha de Moraes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s